Leia alguns trechos selecionados para degustação:

(…)Pela beira-rio, a nortada continuava a fustigar as folhas das árvores raquíticas da marginal e engravidava ceroulas, cuecas e combinações de mulher, estendidas, a secar nos arames, junto ao cais do sul.
Enterrados no lodo, putos andavam à isca para a venderem aos banhistas. No correr da marginal, o marketing de papelão propalava: Bende-se bixa.

Um pequeno comício de pescadores – abrigados da nortada e emparedados no mercado novo, por terem desaparecido já os encostos da velha tasca do Centelhas, a norte, e a casa do ti Libânio, lá ao sul – discutiam ainda estratégias para a entrada e saída da barra, enquanto carpiam as suas motoras que foram todas desaparecendo e, com elas, o seu ganha-pão.(…)

(…) A maré vaza do Cávado albergava batalhões de gaivotas e maçaricos que se perfilavam como que à voz de um comando. (…)