Fernando:

Saudo-te, não com um sorriso transbordante, como é ou seria o meu apanágio, mas sim, por força de circunstâncias, com um sorriso triste, melancólico, perfumado com ar de saudade e nostalgia por amigos que perdi e perdemos, todos nós, Esposendenses. Falo, como deves imaginar, do trágico acidente que vitimou 3 Bombeiros da nossa Associação de Bombeiros de Esposende, para além de dois feridos.

Como amigo e elemento da Direcção estive presente nas cerimónias fúnebres na companhia de todo o Corpo Activo e Orgãos Sociais dos Bombeiros e de inúmeras entidades, Organismos, Instituições, Civis e Militares, para além de dezenas de milhares de esposendenses do Concelho, Corporações de Bombeiros da região Norte e centro do País. Bombeiros de Barcelos, Barcelinhos, Mealhada, Terras do Bouro, Braga, Baltar, Taipas, Guimarães, Fão, Vizela, Viana do Castelo, em suma, perdi a conta da moldura humana de solidariedade que envolveu os funerais do Paulo, Pedro Torres e Pedro, filho do Tone Paquete. Não tenho palavras para descrever tanta mágoa e profunda tristeza que todos nós sentimos. Realço o desempenho generoso, estóico e abnegado do nosso Presidente de Direcção, Dr. Agostinho, assim como do 1º Comandante Juvenal e 2º Comandante Manuel Pinto que sentiram a tragédia muito intensamente, como os demais elementos do corpo activo.

No seio dos familiares das vítimas, a tristeza e a profunda mágoa e sofrimento pela perda dos seus entes queridos, são indescritíveis.Foi este acontecimento trágico, um acidente brutal, que manchou, como nunca os nossos Bombeiros, autênticos baluartes de coragem e de solidariedade dignas de registo. As lágrimas,(se fossem tinta…) dos seus companheiros, escreveriam enciclopédias de tristeza. Não posso mais. Deus, Nosso Senhor, é grande e justo, e colocará os nossos amigos falecidos, no Paraíso da Solidariedade Celestial, onde, um dia, estaremos lá…

Devo destacar o empenho, a solidariedade e o abraço fraterno dado a toda a Associação por parte do Sr. Presidente da Câmara de Esposende que foi inexcedível no apoio prestado, sem esquecer os demais elementos da Autarquia-Vereadores e funcionários. As juntas de Freguesia de Esposende e do Concelho em geral, estiveram presentes ao lado de muitos outros amigos -Federação de Bombeiros, Protecção Civil, Governador Civil, Ministro da Ad.Interna, em suma, um oceano de gente a sofrer….Nunca vi ou imaginei um abraço tão grande, do tamanho do Mundo, a envolver este ambiente de luto pela perda irreparável do nosso Paulo e Pedros.

Que bons que eles eram! Um abraço de coragem e de amigo, neste momento difícil para todos nós Esposendenses que amamos a nossa Terra, mas muito mais amamos os nossos BOMBEIROS.

Carlos Barros

Cumprimentos de todos nós esposendenses que sofremos…
Anúncios