No texto que escrevi, um pouco incompleto, não mencionei o nome de um “grande e abnegado esposendense”, um homem que faz de tudo no seio da nossa agremiação desportiva: é o Sr. Silveira.
Este amigo é de uma dedicação extraordinária, competente, amigo, dedicado e inteligente a ultrapassar os “escolhos” desportivos.
Tive o prazer de trabalhar com ele o que foi muito gratificante.
No meu tempo, relembro que o motor da rega do estádio estava avariado e ele fez de mecânico e eu, apenas, um observador mas, como ia dizendo, o Sr. Silveira foi comprar uma mangueira enorme e lá estivemos nós a regar a relva do estádio, numa noite quente de Verão, tendo como testemunhas três gaivotas que pairavam no ar, pensando;
“Que tolos…”.
Direi tolos, são os que pensam que somos tolos….O amor a um clube tem destas facetas.
Os nossos sapatos ficaram encharcados contudo, ser esposendense é isto e muito mais, fazendo tarefas que “à priori” estavam fora das nossas competências.
Sr. Silveira, as minhas desculpas.
CMLB
Anúncios