(…)
O cidadão, por coincidência militar da GNR, seguia no seu carro pessoal na zona da Bonança, em Fão, quando foi obrigado a parar por uma segunda viatura conduzida por uma mulher que se fazia acompanhar por mais três indivíduos. (…)
A notícia na íntegra no site do Correio do Minho.