Fernando.:
Neste Dia da Memória, dia 14 de Novembro de 2009, envio-te estas fotos as quais se integram neste dia triste para todos nós, cidadãos conscientes especialmente os familiares das vítimas que jamais se esquecerão dos seus entes queridos falecidos, tragicamente, nas estradas de Portugal.
Este ano o local escolhido para o Dia da Memória foi Serzedo-Guimarães, precisamente no sítio onde faleceram os três Bombeiros de Esposende, ficando feridos outros dois homens da nossa Associação H.V.Bombeiros de Esposende.
Um dia triste, tão triste como o próprio dia, chuvoso e tempestuoso, mas aquelas centenas de pessoas presentes não arredaram pé e honraram as vítimas dos acidentados nas nossas estradas ,apesar da intempérie que assolou toda aquela multidão.

Presidente A. Teixeira e demais dirigentes da A.H.B.V. Esposende, seu Corpo Activo – bombeiros e bombeiras-, 1º e 2º Comandantes, Inspector Distrital Hercílio Campos, familiares e amigos das vítimas, Presidente da Câmara M. de Esposende João Cepa e outros elementos da Autarquia, Presidente da Junta de Freguesia de Esposende, para além de inúmeros representantes de outras Corporações de Bombeiros (Fão, Barcelos, Famalicão, Barcelinhos…) e Presidentes de Câmara (de Guimarães…), incluindo o Ministro da A. Interna R. Pereira, Governador Civil, representande da P. Civil todos estiverem presentes nestas cerimónias tristes, mas que muito dignificaram este Dia da Memória .
Um dia de reflexão para que todos nós, no presente e no futuro, saibamos andar na estrada, tomando as precauções devidas. Por vezes, mesmo tomando essas precauções, o infortúnio, bate-nos implacavelmente à porta, e sem o mínimo indício de culpa, perdemos os nossos três heróis José Pedro, Pedro, e Paulo Lachado, mas o nosso coração, está e estará sempre com eles até à Eternidade.
Homenagear as vítimas das nossas estradas este ano, em particular, os três Bombeiros de Esposende, é o “hastear a bandeira” à sua memória para que jamais sejam esquecidos por todos nós.

Esposende, em particular os B.V.Esposende, honrou com uma dignidade singular os seus queridos companheiros falecidos de uma forma que foi unanimemente reconhecida pelas “instâncias superiores” que políticas, como civis e militares.
Um agradecimento à Câmara M. de Guimarães, Junta de Freguesia de Serzedo, aos Escuteiros e a todos os presentes neste Dia da Memória”.
Isto é um testemunho pessoal que sinto no âmago do meu coração neste dia tristonho e, penso, que é compartilhado por todos os que me lêem ou não…
Carlos Barros
Anúncios