A Câmara Municipal de Esposende vai assinalar o centenário da implantação da República, promovendo um conjunto de actividades que se iniciam no próximo mês de Outubro e se prolongam até finais de 2011, no sentido de assinalar esta data importante da História de Portugal e mostrar como a proclamação da República foi sentida localmente.

Assim, de 4 de Outubro até 30 de Novembro do presente ano, estará patente na Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura, a exposição “Letras e Cores, Ideias e Autores da República”, promovida pela Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas (DGLB), em colaboração com a Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República.

A partir de textos de autores que marcaram decisivamente a cultura humanístico-literária em Portugal no final do século XIX e início do século XX, os ilustradores João Vaz de Carvalho, Afonso Cruz, Bernardo Carvalho, Marta Torrão, Teresa Lima, Rachel Caiano, Jorge Miguel, Carla Nazareth, Gémeo Luís e Alex Gozblau retratam plasticamente dez temas representativos do contexto social, político, cívico e cultural da época: Ultimatum, Monarquia, 5 de Outubro, Igreja, Educação, Mulheres, Modernismo, Grande Guerra, Chiado e Revistas.

Com base na exposição “Esposende, Ensaio Urbano de Vila a Cidade – processos de transformação”, patente no Museu de Esposende, serão dados a conhecer “Os ideais Republicanos em Esposende”, entre dia 5 de Outubro e 28 de Fevereiro. A iniciativa passa por mostrar a repercussão dos ideais republicanos no quotidiano do antigo lugar de Esposende, incentivo às transformações urbanas, presentes em peças arquitectónicas como o monumento a António Rodrigues Sampaio, o edifício dos Paços do Concelho e o Quartel da Guarda Nacional Republicana, entre outros.

No período de 7 de Outubro a 31 de Dezembro, no átrio da Câmara Municipal poderá ser visitada a exposição “Momentos da República”, que se traduz na apresentação dos jornais locais desse período que relatam os momentos mais marcantes da implantação da República no concelho.

“As representações da República em Esposende” é o título de uma outra exposição, que estará patente na Sala dos Azulejos do Museu de Esposende, de 19 de Janeiro a 31 de Maio, e que apresenta, a partir do fundo documental do Arquivo Histórico do Município, de colecções privadas do concelho e de diversa documentação, o ideário da 1.ª República e as suas repercussões no concelho, através da moda, dos novos usos, das inovações e tecnologia que trazem a modernidade à Vila e ao concelho de então.

Já de 14 a 16 de Maio, no Largo Rodrigues Sampaio, em Esposende, haverá oportunidade para visitar a exposição “Viva a República… em Digressão”, promovida pela Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República, através da qual o visitante é convidado a acompanhar o percurso de evolução do ideário republicano, o processo de implantação da República, os principais contextos e transformações a que esteve associada.

No Auditório do Fórum Municipal Rodrigues Sampaio terá lugar, no dia 8 de Outubro, às 18h00, uma conferência e o lançamento de uma edição alusiva à República do Boletim Cultural de Esposende, contendo textos de investigadores e autores locais que se debruçaram sobre a temática da República no concelho. À noite, pelas 21h30, no Auditório Municipal de Esposende, terá lugar um Concerto Comemorativo dos 100 Anos da República, pela Orquestra de Sopros da Escola de Música da Banda dos Bombeiros Voluntários de Esposende-Antas.

Por outro lado, entre os meses de Outubro e Junho, a Biblioteca Municipal propõe a actividade “Implantação da República: conta-me como foi!”, direccionada para os alunos do 1.º ciclo do Ensino Básico do concelho.

Por seu turno, o Museu de Esposende vai dinamizar, de Novembro de 2010 a Maio de 2011, a iniciativa “O Museu vai à Escola com a República”, destacando figuras ilustres do concelho, promovendo pequenos apontamentos da História local e mostrando objectos da colecção do Museu alusivos à 1.ª República (1910-1929), contando histórias com História.

No mesmo período, e no âmbito do programa do educativo do Museu de Esposende “O Caminho dos Mareantes”, é proposto “O caminho dos mareantes… com a República”. A partir da exploração da exposição patente no Museu e da sua relação com a envolvente exterior, é efectuado um percurso pedonal, que apresenta uma versão republicana, criando um espaço privilegiado para falar das residências onde viveram republicanos e monárquicos, mostrando e interpretando edifícios emblemáticos e peças arquitectónicas avulsas, associadas a figuras locais da 1.ª República.