Sensibilizar para a importância dos sistemas dunares e para a adopção de atitudes e comportamentos direccionadas para a protecção das dunas e do litoral. É com este objectivo que o FAPAS (Fundo Para a Protecção dos Animais Selvagens), com o apoio da empresa municipal Esposende Ambiente, e do Parque Natural do Litoral Norte, vai levar a efeito várias intervenções integradas no projecto “Preservação e Recuperação de Habitats Dunares”.
Assim, amanhã, dia 9, na Praia da Redonda, em Marinhas, e no dia 17, nos Moinhos de Apúlia e na Praia da Carruagem, em Belinho, alunos de diversos estabelecimentos de educação e ensino do concelho vão participar em acções de arranque de chorão e de outras espécies invasoras, bem como na plantação de estorno nas dunas em formação.

Responderam positivamente ao desafio do FAPAS o Jardim de Infância da Santa Casa da Misericórdia de Esposende, o Clube da Floresta “Guarda-rios” da Escola EB 2,3 António Correia da Oliveira, de Esposende, as escolas EB1 de Rio de Moinhos, de Marinhas, e do Facho, de Apúlia, a Escola EB1/JI de Fonte Boa e duas turmas do 4.º ano da Escola EBI de Forjães.
O projecto “Preservação e Recuperação de Habitats Dunares” integra-se no protocolo de cooperação estabelecido entre a Esposende Ambiente e o FAPAS, no âmbito dos Programas de Educação para a Sustentabilidade de 2010/2011, e que tem como principal objectivo a realização de actividades de índole ambiental junto da comunidade educativa concelhia.