Adriano Nobre (www.expresso.pt)
Preços baixos exigidos pela Jerónimo Martins e a sucessiva redução da margem de lucro na venda de queijos leva empresa de Esposende a cortar relação comercial com o Pingo Doce.
A empresa Lacticínios das Marinhas cansou-se das exigências da Jerónimo Martins e decidiu não renovar o contrato com a dona do Pingo Doce. Os preços baixos pretendidos pela Jerónimo Martins e a sucessiva redução da margem de lucro motivou o divórcio.

“Se tivermos de morrer, morremos hoje. Não vamos estar a sobreviver aos soluços”, defende a gestora da empresa de Esposende, Berta Castilho.
Fonte: EXPRESSO
Anúncios