Apesar da grave crise financeira que se abateu sobre os municípios, a Câmara Municipal de Esposende continua a fazer um grande esforço para continuar a apoiar os bombeiros. Assim, em reunião do executivo, a Autarquia aprovou a atribuição de um subsídio no montante de 14 mil euros a cada uma das corporações do concelho, designadamente Associação Humanitária e Beneficente dos Bombeiros Voluntários de Esposende e Benemérita Associação dos Bombeiros Voluntários de Fão.

O Município de Esposende tem dois corpos de bombeiros que, ao longo do ano, ininterruptamente e de uma forma abnegada, voluntária e solidária, prestam um serviço relevante aos munícipes, quer no socorro aos acidentes de viação e transporte de doentes, quer nos incêndios ou outros episódios. Como agentes da protecção civil, os bombeiros estão sempre disponíveis para a prevenção, protecção e socorro das populações, sem regatear esforços e, por vezes, em condições adversas, mas sempre sob o lema “vida por vida”.
Neste sentido, “é de inteira justiça prestar o reconhecimento público desse trabalho árduo e voluntário aos ‘soldados da paz’ e, apesar das dificuldades financeiras que actualmente vivemos, conceder-lhes um subsídio para suportar as despesas pelo serviço prestado no socorro das populações”, assinala o Presidente da Câmara Municipal, João Cepa.
Além do apoio financeiro concedido anualmente às corporações de bombeiros de Esposende e de Fão, a Câmara Municipal tem vindo, ao longo dos anos, a apoiar as mesmas na aquisição de viaturas e de equipamentos de socorro.