Por Paulo Dias
Hoje, dia 16 de Junho, assisti um bocadinho ao Seminário sobre Turismo de Saúde e Bem-Estar, promovido pela E.P.E. (Escola Profissional de Esposende) e que teve lugar no Fórum Municipal Rodrigues Sampaio. Os painéis tiveram oradores excelentes, mas eu gostaria de sublinhar algumas linhas mestras que foram traçadas no pouco tempo em que lá estive presente:

– A Hidrologia Médica é importante para um Turismo de Saúde, cujas práticas, sobretudo nas termas portuguesas, têm selo de qualidade;

– O Termalismo não é só para doentes mas, para turistas que procuram sossego ou descanso, um ambiente sofisticado ligado à natureza e ao património, qualidade nos serviços prestados, manutenção física, entre outros;
Anúncios