A terceira etapa uniu as cidades de Porangatu a Guripi, num percurso cronometrado de 285kms e 170kms de ligação.
A partida para a especial ocorreu às 7h35. Os pilotos tiveram, hoje, de percorrer trechos repletos de pedra. Os últimos quilómetros da especial incutiram alguma velocidade a todos os competidores, já em piso de asfalto.
A Equipa Bianchi Prata / BP Ultimate subiu na classificação, comparativamente ao dia anterior; Paulo Gonçalves alcançou o 5º lugar e Pedro Bianchi Prata o 24º.
O piloto Paulo Gonçalves permanece na 5ª posição da geral. O piloto declarou: “ Optei por manter um ritmo cauteloso pois a etapa era perigosa e poderia deitar tudo a perder. Ainda faltam bastantes etapas e até lá, vou lutar por um lugar no pódio. “
Pedro Bianchi Prata encontra-se na 24ª posição da classificação geral. O piloto da Equipa Bianchi Prata / BP Ultimate analisou a etapa de hoje: “ Foi também uma etapa dura, com bastante pedra e o piso estragado. O dia de hoje correu melhor que ontem; subi na classificação o que me deixa algo contente mas tenciono obter melhores resultados nas próximas sete etapas! “

A quarta etapa será de Guripi a Porto Nacional, com 140kms de especial.
Texto: Gabinete de Imprensa Bianchi Prata – Beatriz Martins
Fotos: Gabinete de Imprensa Bianchi Prata / Fotoarena