CORREIO DA MANHÃ – JORNAL

Manuel Pires da Rocha, 68 anos, foi dirigente desportivo do Forjães e de Marinhos, ambos clubes de Esponsende, e era dono do café Juca, no centro da freguesia de Vila Chã, no mesmo concelho. (…) A família fala na hipótese de roubo; (…)

O Mercedes 220 que o empresário conduzia, e que ainda não foi encontrado, pode ser uma peça-chave na investigação deste caso. “Se o corpo apareceu, o carro também há-de aparecer, e pensamos que pode ajudar muito na descoberta da verdade sobre este caso”, disse ao CM um familiar de António Rocha, pouco tempo depois de ter sido ouvido pelos inspectores da PJ de Braga. O CM sabe que a PJ já fez várias diligências no sentido de detectar a viatura.



Leia aqui a notícia na íntegra.