Autora:
Teresa M. Costa
Correio do Minho

(…)
No nó de Barcelos, a viatura entrou na A11 e na portagem não parou e destruiu a barreira.

Fez o mesmo na portagem seguinte e entrou na A28 até à saída para Esposende. 

Circulou em direcção à cidade com a GNR no seu encalço, tendo sido alertados os postos da zona. 
A condutora acabou por despistar-se antes da rotunda para a ponte de Fão.