Repórter acusa GNR de agressão a soco e pontapé

Guarda garante que acusação «é completamente falsa»

Um fotógrafo do jornal «Notícias de Esposende» queixou-se, esta segunda-feira, de ter sido «violentamente agredido» a soco e pontapé por três militares da GNR local. A Guarda garante que «é completamente falso».

O caso vai parar a tribunal pelas mãos de ambos, com o fotógrafo a queixar-se de agressão e a GNR de difamação, injúrias, ameaças, usurpação de funções e coacção.



Em comunicado, José Pedro Ferreira, fotógrafo e um dos proprietários do jornal, refere que as agressões aconteceram na madrugada de sábado, no exterior do posto da GNR de Esposende. Segundo conta, ele e o director do jornal foram fazer reportagem a um acidente de viação em Fão.