Paulo Gonçalves

Equipa Bianchi Prata determinada na 3ª etapa do Dakar´12
A terceira etapa do Rally Dakar 2012 estabeleceu a ligação entre as cidades de San Rafael a San Juan.
A especial de 293kms foi desenrolada nos acidentados e tortuosos pisos caraterísticos da Cordilheira dos Andes. Os pilotos tiveram de efetuar várias travessias de rios, muitas zonas repletas de buracos e pedra.
As dificuldades foram contornadas com sucesso por Paulo Gonçalves. O piloto de Esposende conquistou hoje o 3º lugar. Na classificação geral, o piloto da Equipa Bianchi Prata, integrado na Husqvarna Rallye Team by Speedbrain, ocupa agora a 7º posição. Manifestamente feliz, Paulo Gonçalves descreveu a etapa de hoje: “ Foi uma etapa muito difícil com muito trial e navegação. Estou muito contente por entrar na corrida pelos lugares da frente e começar a recuperar da penalização do primeiro dia.
Já Pedro Bianchi Prata não teve a mesma sorte. O piloto, que alcançou o 68º lugar, sofreu uma pequena queda e prestou ainda auxílio a alguns pilotos: “Um dia muito difícil! O percurso foi muito técnico e grande parte dentro de rios com muitas trialeiras, para mim foi complicado pois apanhei muito pó, o que me fez perder muito tempo. Tive uma queda e parei para auxiliar dois pilotos que foram evacuados.
Na parte mais difícil, que era dentro de um rio, mais de uma hora, senti-me muito bem e passei muitos pilotos, pois a parte física esta a 100 % (obrigado Rui), pena que não consigo arriscar no pó, se não tinha feito uma boa especial. Para o terceiro dia de Dakar foi duro demais, hoje vai desistir muita gente e se continuar assim não vamos chegar muitos ao fim.

A quarta etapa do Dakar Sul-Americano fará a ligação entre San Juan e Chilecito. A especial terá 424 kms, onde a sua fase final implica navegação mais difícil.

Texto: Gabinete de Imprensa Bianchi Prata – Beatriz Martins
Fotos: Lino Barbosa – SC / Speedbrain


Classificação Geral (Após 3.ª Etapa):
1.º Cyril Despres (KTM), em 7h31m42s;
2.º Marc Coma (KTM), a 10m12s;
3.º David Casteau (Yamaha), a 17m16s;
4.º Chaleco Lopez (Aprilia), a 17m37s;
5.º Hélder Rodrigues (Yamaha), a 19m49s;
7.º Paulo Gonçalves (Husqvarna), a 26m;
15.º Ruben Faria (KTM), a 34m50s;
58.º Pedro Bianchi Prata (Husqvarna), a 2h05m34s.