Museu Municipal de Esposende expõe fotografias de Eduardo Teixeira Pinto

“O prazer de fotografar – Eduardo Teixeira Pinto (1933-2009)” é a exposição que vai estar patente na Sala dos Azulejos do Museu Municipal de Esposende, durante o mês de Junho.
Esta mostra integra uma selecção de 38 fotografias, premiadas a nível nacional e internacional, com destaque para as peças Quietude e Matinal, Prémio Camões em 1960, alusivas à paisagem fluvial e consideradas pela crítica duas das mais importantes peças da fotografia de autor no século XX.
Eduardo da Costa Teixeira Pinto nasceu em Amarante, em 1933, e começou a tirar as primeiras fotografias profissionais em 1950. A partir de 1953 passa a expor os seus trabalhos em vários salões de fotografia de todo o mundo.
Falecido em Janeiro de 2009, Eduardo Teixeira Pinto deixou um espólio fotográfico de valor incalculável. Com o intuito de divulgar a sua obra, a família publicou, em Dezembro de 2010, o livro “Eduardo Teixeira Pinto – a poética da imagem”, uma edição onde constam 230 fotografias, agrupadas por temáticas: O Rio, A Nossa Terra, A Nossa Gente, as Festas e Outros Olhares. Realizou igualmente três exposições itinerantes, onde é possível acompanhar o percurso pessoal do autor em torno da arte de fotografar o quotidiano, as suas personagens, os seus tempos e espaços, numa dimensão poética e onírica.
Esta exposição pode ser visitada de 1 a 30 de Junho, de terça a sexta-feira, das 14h00 às 17h30, e ao domingo, entre as 14h30 e as 18h00.
Serviço de Comunicação e Imagem da CME